7 de março de 2009

RUDRAKSHAMALA



RUDRAKSHAMALA
Lágrimas de Shri Rudra

Segundo o Pádma Purána, um dos textos
clássicos tradicionais em sânscrito,
na era de Krita Yuga, um demônio
chamado Tripúra tinha matado vários
deuses e destruído os diversos mundos
tendo se estabelecido, em seguida, numa
região intermediária entre o céu e a terra,
numa pequena cidade, com os favores de
Brahma. Shri Rudra sabendo da desagradável
situação e da conivência de Brahma, avaliou
meticulosamente o problema existente e resolveu
tomar uma posição firme e definitiva. Shri Rudra tinha de matar o demônio de uma vez por todas!
Então, Shri Rudra curvou-se, enfiou seu cajado no chão, preparou seu arco e flecha e foi ao
encontro do mau espírito e matou o demônio. Ao retornar do confronto, tirou o cajado que
se encontrava enfiado no chão e algumas gotas de seu suor caíam na terra. Repentinamente, diversas plantas começaram a nascer e se multiplicar com uma velocidade espantosa. Uma destas plantas, em especial, absorveu com mais profundidade o quê havia de melhor na essência espiritual de Shri Rudra,
tornando-se numa imensa árvore frondosa e que produzia sementes estranhas e com propriedades
fitoterápicas especiais. Os antigos Rishis, então, cultivaram tal planta e decidiram que esta árvore
seria o símbolo do amor e do esforço de Shri Rudra em salvar a humanidade. Das estranhas sementes
que a estrondosa árvore produzia, os Yogarishis produziram os seus colares - que denominavam-se
"Rudrakshamalas" - e que se tornaram o símbolo de Shri Rudra e de seus seguidores. Rudra é um
dos nomes de Shiva.
Fonte: vidyayoga.org

Share/Bookmark

Nenhum comentário: