6 de julho de 2009

A RAIVA


Em momentos de raiva evite tomar atitudes drásticas. A raiva passa, mas o que é feito baseado nela pode ser motivo de arrependimento.
Ao invés de sentir-se perseguido(a) quando todos insistem em dizer que você está fazendo alguma coisa da forma errada, procure parar para pensar se não pode ser verdade.
Uma das coisas mais certas que se diz é que mentira tem perna curta. Até mesmo as mentirinhas sem importância podem acabar deixando você passar por maus bocados.
Faça o possível e o impossível para excluir o drama de sua vida. Muitas vezes a realidade não é o que fazemos parecer quando queremos atenção.
Evite pensar mal das pessoas. Cada um tem o seu jeito de ser e é movido por sentimentos que podem ser bem diferentes dos seus.
Procure encarar todas as situações como um aprendizado. Todos os dias há, no mínimo, uma mensagem que devemos tentar compreender.
Não sofra antecipadamente com as coisas. Muitas delas podem nem vir a acontecer. E uma postura mais leve pode até mesmo mudar o rumo dos acontecimentos.
Descomplique um pouco sua vida. Faça uma coisa de cada vez e somente aquilo que for possível fazer.
Evite jogar conversa fora, se o seu tempo é precioso o dos outros também é e assim você poderá ser visto(a) com mais respeito e credibilidade.
Estabeleça limites para o seu Ego. Por mais maravilhoso(a) que você possa ser as outras pessoas também podem.
Evite ser implacável em seus julgamentos e a cobrar justiça à "sua" maneira. O Universo pode ser igualmente justo e implacável com você. Seja magnânimo(a) e não se orgulhe disto, seja humilde.
O que você dá é o que você recebe. Dê o melhor de si independentemente de qualquer coisa, pois mesmo que aquele a quem você deu não lhe retribua, a vida o fará. É a pura lei da Ação e Reação.
Evite nutrir rancor, mágoa, raiva e outros sentimentos negativos em relação a algumas pessoas, mesmo que ache que elas merecem. Esses sentimentos podem ser como grossas cordas que amarram você a elas e só serão desamarradas quando isso for superado. Pratique o perdão.
Não se preocupe com o que o "outro" ganhou, comprou ou conseguiu, pois com certeza o mereceu (mesmo que você não ache). Preocupe-se em fazer por merecer também.
Quando tiver que realizar alguma tarefa que julgue enfadonha, não deixe para depois. Faça-a logo para ter a cabeça despreocupada e poder fazer as tarefas mais agradáveis com tranquilidade.
O ser humano tem uma capacidade incrível de adaptar-se a qualquer ambiente ou situação. É apenas uma questão de "querer"; e esse querer depende basicamente da vontade e disposição de encarar os desafios e também tendo em mente que muitas coisas podem ser resolvidas adotando-se uma postura mais flexível. Pense sobre isso.
Fonte :http://www.oficinadaalma.com.br/vivermelhor/index.htm



Share/Bookmark

Nenhum comentário: