8 de setembro de 2009


Equilíbrio das qualidades masculinas e femininas


Parece ter sempre existido certa rivalidade entre homem e mulher. Mas eles são iguais; nenhum é superior ao outro. Orgulhe-se do que é nesta vida. Deus é tanto sabedoria infinita quanto sentimento infinito. Quando Se manifestou na criação, deu forma à Sua sabedoria na figura do pai; e, forma ao Seu sentimento na figura da mãe (...) Todos os pais e mães estão potencialmente dotados com ambas: a sabedoria paterna e a ternura materna de Deus. Eles têm que aperfeiçoar essas dádivas (...) O homem divino desenvolve tanto as qualidades paternas quanto as qualidades maternas em si mesmo.

O homem argumenta que a mulher é emocional e não sabe raciocinar, e a mulher queixa-se de que o homem não é capaz de sentir. Ambos estão errados. A mulher pode raciocinar, mas o sentimento predomina em sua natureza; e o homem é capaz de sentir, mas nele prepondera a razão. Deus criou essas diferenças mentais e psicológicas a fim de que houvesse uma distinção entre homem e mulher.
A união espiritual ideal entre eles tem o propósito de fazer aflorar no homem a sensibilidade latente e a desenvolver a razão oculta na mulher. Foram feitos para se ajudarem mutuamente a desenvolver as puras qualidades divinas e do sentimento perfeito.

Quando o homem e a mulher, de uma forma pura e genuina, se amam mutuamente, forma-se entre eles uma completa harmonia de corpo, mente e alma. Quando o amor entre eles se expressa na forma mais elevada, o resultado é uma unidade perfeita.

Por meio da comunhão com Deus, voce pode alcançar a harmonia e o equilíbrio dessas duas qualidades dentro de voce.

Yogananda
Share/Bookmark

Nenhum comentário: