6 de outubro de 2009

O Segredo dos Pioneiros

O sofrimento que se abate hoje sobre a Terra é incalculável. Os fatos confirmam, de maneira cada dia mais desnuda, que estamos no princípio de um processo que, em curto período, terá seu desenvolvimento e desfecho na “escola da dor”.
Podemos compreender a necessidade desse aprendizado como recurso último: sem ele, a autodestruição da espécie humana na Terra seria inevitável. Porém, não podemos deixar de nos perguntar como mitigar tão grande sofrimento, como contribuir para esse processo inevitável transcorrer com a maior harmonia possível.
Para isso, é bom lembrarmos que, apesar de tamanha carga negativa, maior é a ajuda disponível nos níveis supramentais, onde o caos não existe, e maiores as facilidades para contatá-los. Nesses níveis, Irmãos mais experientes, provindos de outras esferas siderais, velam em silêncio pela humanidade — mas, embora esses Irmãos possam ajudar aos que estiverem receptivos, não podem equilibrar as más ações que ao longo das épocas o próprio homem engendrou. Segundo a lei de causa e efeito, ou lei do carma, para chegar a certo equilíbrio ele mesmo deve agir conscientemente de maneira oposta.
Eis, portanto, como podemos contribuir para a harmonia. E, se assumirmos essa tarefa, notaremos transformações imediatas em nossa vida, com benéficas repercussões planetárias.
1. À medida que você for desenvolvendo a atenção sobre as próprias ações e aprendendo a controlá-las, observará mais defeitos e falhas em sua pessoa. Não perca tempo analisando-os. Se cometer algum deslize, prontifique-se a não repeti-lo e a manifestar o oposto. Depois siga adiante, com decisão.
2. Não alimente culpa e ressentimento em si mesmo nem nos demais. Não há culpados, mas aprendizes. Dispomo-nos a aprender quando nos dispomos à transformação.
3. Não tente justificar-se, nem perante si mesmo nem perante os demais. Aprenda com o erro e com o acerto, e de imediato dê o passo seguinte.
4. Coligue-se com os níveis mais internos da sua consciência. Descubra como fazê-lo. Todos sabem, pois é um conhecimento inerente ao ser. Lembre-se de algum momento de muita dificuldade, em que, voltado para Deus, ou para um poder superior, você tenha com sinceridade suplicado ajuda. O “lugar” em seu interior ao qual se dirigiu naquele instante de necessidade extrema é para onde você deve volver a todo instante em busca de união com a divindade. Essa ação silenciosa é profundamente eficaz e transformadora.
5. Permita que a compaixão aflore em seu ser. Isso nada tem a ver com envolvimentos ou demonstrações emocionais. A compaixão é a compreensão da real necessidade de outrem, a união com a essência dos seres. É algo a ser vivido, e não descrito ou discutido.
6. Faça de sua vida externa um reflexo, o mais fiel possível, das suas mais altas aspirações. Ações abnegadas repercutem de maneira benéfica e indescritível em toda a aura do planeta e evocam os elementos positivos, latentes e manifestos, dos reinos da natureza. Pratique-as, e pouco a pouco você conhecerá uma alegria transcendente.
7. Nada tema, não vacile. Conte com a inspiração do seu eu superior e interno.
8. Eleve ao eu superior por inteiro o amor e o afeto de que você é capaz. Invoque a Graça, que lhe vem por intermédio do espírito imortal.
9. Repudie com firmeza todo e qualquer pensamento ou imaginação que o desvie da meta eleita. Seja mais persistente que as forças involutivas que o estejam assediando. O que parece intransponível ou insuportável dissolve-se como se nada fosse no exato instante em que afirmamos a Luz.
10. “Não alimente o que deve morrer. Não semeie o que não deve nascer.” Sua fortaleza será tanto maior quanto mais firmemente você se pautar por essa Lei.
11. Tenha presente que outros seres esperam você avançar para poderem avançar também.
12. Lembre-se de que o mais importante é sua inteira e cristalina adesão à Verdade.
Com essas sugestões, você poderá descobrir de repente, sem saber como, que está vivendo uma nova vida. Conhecerá então, por experiência direta, o segredo dos pioneiros.

Extraído do boletim Sinais de Figueira, de Trigueirinho
Irdin Editora
Fonte: http://www.trigueirinho.org.br/textos/php/o_segredo_dos_pioneiros.php

Share/Bookmark

Nenhum comentário: