1 de outubro de 2009

LOTUS

  
 “Quando o lótus espiritual do coração 
é nutrido pelo Amor,  suas pétalas 
tornam-se brilhantes como o sol.”


Você, que se esconde atrás dos véus da dor e da mágoa, sai dessa!
Por favor, e por amor, desative as farpas pontudas de sua mente e aquiete a sua agitação. Pense sem dramas nas lições da vida.
Aprenda algo com cada situação, mesmo aquelas que não lhe pareçam justas.
Nada de dramas, só lição.
Desarme a mente e abra o coração.
As suas mágoas antigas são o rebotalho de suas emoções mal resolvidas, dessa e de outras vidas. Elas são puro lixo psíquico!
Faça uma varredura nelas e limpe a casa mental.
Você merece arejar o seu coração. Você merece voar para além das coisas mesquinhas, suas e dos outros.
Pode ser que você não assuma, mas você é mais do que humano: você é um espírito!
Você já existia antes do corpo físico e seguirá existindo depois que ele fenecer.
Sendo um ser de luz imperecível, como é que você permite que a sua mente seja invadida pelas emoções medíocres, suas e dos outros?
Você é bem mais do que pensa e pode bem mais do que imagina.
Culpas, medos, mágoas... nada disso é seu.
Seu é o céu inteiro, e o infinito...
Seu é esse potencial divino e imperecível que mora em seu coração.
Seu, e nem a morte pode mudar isso, é o seu estado de consciência e a sua disposição de se sentir bem, independentemente do plano de manifestação.
Logo, se a sua casa mental está infestada de insetos psíquicos nocivos (mágoas, culpas, medos), tome providências de limpeza adequadas. Dedetize-a psiquicamente (com o discernimento e a alegria).
Não leve as coisas mesquinhas tão a sério, solte-se!
Quem se deixa levar por pessoas, coisas e situações negativas, costuma pagar um preço bem alto por isso: seu estado íntimo fica pobre!
E como pode, o espírito imortal, rico de luz, ficar pobre?
Pondere sobre isso e solte-se!
Abstenha-se de pensamentos mal intencionados, ria mais!
Não propague dramas nem contendas, suas ou dos outros.
Aquiete-se um pouco, viaje na música e releve mais as coisas.
Jamais tenha vergonha de pedir desculpas ou de mudar algum paradigma desgastado.
Permita-se, também, desculpar os outros.
Use bom senso para ponderar as situações corretamente e para equilibrar na inteligência e na luz as suas decisões.
Jamais tenha vergonha de erguer a consciência ao Alto para haurir as inspirações benfeitoras. Suas escolhas pertencem ao seu livre-arbítrio, e ninguém poderá viver por você, mas não custa nada abrir a consciência ao fluxo celeste e se inspirar para agir melhor.
Medite, ore, cante... faça alguma coisa, mas dedetize os dramas de si mesmo.
Não fique pobre por dentro, releve mais!
Não deixe ninguém seqüestrar a sua capacidade de rir, principalmente de si mesmo.
Algumas piadas desintoxicam o coração muito mais do que os salmos religiosos carregados de dogmas rançosos.
Quando orar, que não seja algo formatado. Que a sua prece seja nova e sincera, cheia de luz, nascida no centro de seu coração. E tomara que ela seja de agradecimento!
Quando se lembrar de seus amparadores extrafísicos, fique alegre, pois eles são tão legais e lhe ajudam tanto, mesmo quando você nem sabe disso.
E lembre-se de algo importante: esse mundo não é composto só de pessoas estranhas. Há pessoas muito legais morando por aqui também. Elas possuem defeitos, como todos nós, mas já despertaram coisas boas em seus corações.
Quando se lembrar delas, fique alegre. Algumas delas estão aí, bem próximas de você; outras, espalhadas pelo mundo.
Ah, e quando se lembrar de mestres como Buda, Jesus e Krishna, só para citar alguns deles, fique mais contente ainda. Esses caras são legais demais!
E, por favor, não os confunda com as religiões criadas pelos homens da Terra em cima de seus ensinamentos (ensinamentos esses muitas vezes alterados e distorcidos ao longo dos séculos, de acordo com os interesses mesquinhos dos líderes religiosos da época).
E mais: quando elevar a consciência ao TODO, O Pai-Mãe de todos os seres, solte-se mais ainda e fique feliz... pois tudo é Ele! Tudo é Ele! Tudo é Ele!

Wagner Borges
Fonte: http://www.imagick.com.br

Share/Bookmark

Nenhum comentário: