11 de dezembro de 2009




MATAJI INDRA DEVI

 "Palavras vão junto com pensamentos. Nós raramente usamos o poder completo de nosso pensamento e palavra. Eles podem fortalecer ou debilitar nossas defesas. Então devemos ter muito cuidado com o que enviamos aos outros". Uma das presenças mais fortes no universo do yoga moderno, Indra Devi  nascida em 1899, falecida em abril de 2002, de família da nobreza russa, tornou-se atriz de cinema e teatro na Europa até os 31 anos, quando se casou com um diplomata, indo morar na Índia. Logo se apaixonou pelo povo indiano e sua cultura; conheceu Mahatma Gandhi, Tagore e Nehru. Adotou então o nome hindu de Indra Devi em homenagem a Indira, filha de Nehru. Iniciou-se em Yoga em Mumbay (Bombay) até que em Mysore esteve com Shri Krishnamacharya que veio a ser seu mestre. Após este encontro em apenas um ano, ela estava dedicada plenamente à disciplina yogue, exercitando seu corpo com austeridade e disciplina com asanas (posturas), muita meditação e alimentação vegetariana. Seu mestre lhe ensinou um pranayama (exercício respiratório) pessoal para o controle da energia e lhe profetizou que ela seria uma mestra de yoga. Aos 40 anos já se podia ver as benéficas modificações físicas e de vida estampadas em sua face feliz, atributos adquiridos de suas práticas. Na década de 60 tornou-se muito conhecida nos EUA, ensinando yoga para grande público e artistas famosos da época. Com isso, abriu caminho para novos professores, que vieram para a América a partir desta época. Apresentou seu trabalho de yoga pedagógica na China, Rússia, México e Índia e finalmente veio para a Argentina em 1982. Em 1985 estabeleceu-se nesse país da América do Sul, onde fundou a Fundação Indra Devi, onde teve o privilégio de dar aulas para médicos. Mataji falou sobre yoga: "A solução para uma vida melhor e plena, está na prática de yoga, onde você pode encontrar todas as respostas. Você também pode transmitir paz por yoga e não pertencer a nenhuma religião. Tudo está entre Deus e você". Para as mulheres ela disse: "A postura pélvica invertida (sarvangasana) tem efeito nas glândulas do sexo. Se as mulheres fizerem isto, elas não sofrerão na menopausa e de outras desordens femininas".
Fonte: http://shivanihomepage.tripod.com/indra

Share/Bookmark

Nenhum comentário: