19 de abril de 2010



Artistas de Deus

Em momentos raros sentimos a presença de uma força magnânima que nos atinge de forma concisa, deixando-nos estáticos, fazendo com que pela mente, consigamos atingir um estado de puro êxtase. É como se estivéssemos enamorados pelo Todo, é como se sentíssemos o toque e o sabor do beijo que nunca foi dado, mas sabemos que foi real.
A nossa vida muitas vezes está exposta a sofrer manipulações por seres que tentam nos mostrar sempre sabores amargos em nossa existência, e digo isso em todos os segmentos, tanto físicos como espirituais. Mas nestes momentos, o discernimento e a maturidade gritam mais alto em nosso interior, e nos remetem a superarmos, pela capacidade divina que temos em nossa essência essas ações, pois somos supremos e, então, apesar da cicatrizes, prevalecerá o bem, a nobre força celestial que nos permeia, o amor arrebatador de Deus. Por isso, acreditar é preciso. Você somar sua atitude, sua busca, com a confiança necessária em um poder maior, que rege uma grande orquestra celestial, é extremamente correto e necessário. Somos convidados do Todo para experienciarmos pelo nosso veículo carnal, vivências que possam nos trazer lucidez e aprimoramento consciencial neste mundo de maya, onde, como se fizéssemos parte de uma pintura, e as cores e os temas desta tela fossem mutáveis, conforme nossa vontade, pois somos ao mesmo tempo a obra e o artista.
É fundamental estarmos inspirados, já que o tema de uma obra digna é o “Amor”, essa força propulsora divina essencial em tudo o que realizamos. O amor que nos motiva tem várias faces. Pode ser um intenso e ardente desejo de amar e ser amado, numa troca humana sadia, uma expressão consciente de amor fraterno e amigo, ou um amor abrangente e incondicional, o qual permitimos que flua de nós para tudo e todos. A atitude amorosa é curativa e transformadora de qualquer obstáculo no caminho da auto-realização.
E com o coração explodindo de amor e conectado a uma força suprema criadora, sussurro ao seu coração: “O universo agradece o seu trabalho, a sua entrega, faça o seu melhor.”
Acredite mais, ame mais!
EXERCÍCIO BIOENERGÉTICO:
Pense em algum ser elevado, sintonize-se com ele, expanda seu amor!
Perceba que uma pequena chama está acesa dentro do seu peito, sinta que o calor que ela emana é suave e terno. Perceba que sua intensidade é a necessária para você estar calorosamente acolhido por dentro e por fora, esta é a chama do amor!
Agora procure abrir o seu coração, esteja motivado a dividir essa sensação maravilhosa e transcendental com outros seres!
Visualize que do seu peito (chacra cardíaco) e das palmas das suas mãos, fluem uma suave energia na cor verde. Permeie este fluxo com o seu amor. Deixe a critério dos mentores espirituais direcionar essa dádiva para onde e para quem necessitar neste momento!
Coloque na sua tela mental o mantra: Om Mani Padme Hum
Fique assim por um tempo, e agradeça sempre!
Vitor Hugo França

Share/Bookmark

Um comentário:

Vida*** disse...

Om,Mani,Padme,Hum...Estou em constante conexão.Buscando minha luz interior.Exalando por tdos os poros essa magnítude transcendental de Amor e Doação. Trazendo suavidade,luz , leveza e Gratidão a alma. Namastê.