19 de junho de 2010

O CÂNTICO DO SOL




Altíssimo, todo-poderoso bom Senhor
Seus são os louros, a gloria, a honra e todas as bênçãos
Somente a Ti são reservadas
e homem algum é digno de te mencionar
Louvado seja, meu Senhor, com todas suas criaturas
principalmente com o senhor irmão sol,
que é dia e ilumina por isso.
E ele é belo irradiando imenso esplendor;
de ti, traz o significado.
Louvado seja, meu Senhor, pelas irmãs lua e estrelas,
que no céu criaste claras, preciosas e belas
Louvado seja, meu Senhor, pelo irmão vento
e pelo ar e as nuvens e o céu azul e para qualquer tempo,
pelos quais às tuas criaturas fornece alimento.
Louvado seja, meu Senhor, pela irmã água,
a qual é muito útil e humilde e preciosa e pura.
Louvado seja, meu Senhor, pelo irmão fogo,
pelo qual iluminas as noites,
e ele é belo, brincalhão, robusto e forte.
Louvado seja, meu Senhor, pela irmã nossa mãe terra,
que nos sustenta e governa,
e produz diversos frutos, com flores coloridas e grama.
Louvado seja, meu Senhor, por 
aqueles que perdoam pelo seu amor,
e suportam infinitas tribulações.
Abençoados os que as suportarão em paz,
que por ti, Altíssimo, serão coroados.
Louvado seja, meu Senhor, pela irmã morte corporal,
à qual nenhum homem vivo pode escapar
Ai dos que morrerão em pecado mortal;
abençoados aqueles que se encontrarão 
nas tuas santíssimas vontades,
que a segunda morte não lhes fará mal
Louvem e abençoem o meu Senhor,
e agradeçam e sirvam-no com grande humildade
São Francisco de Assis 


Share/Bookmark

Um comentário:

Jorge disse...

Lindo cântico.

Francisco de Assis, que grande alma!!!

Anjo, um beijo em teu coração te desejando um ótimo fim de semana!!!