16 de julho de 2010

ESPIRITUALIDADE



A espiritualidade é um despertar progressivo para a realidade interna de nosso ser, para um espírito, um si, uma alma, que é diferente de nossa mente, vida e corpo. É uma aspiração interior a conhecer, a entrar em contato e união com a Realidade maior que está além, a qual também preenche o universo e habita entre nós, e, como resultado dessa aspiração, desse contato e dessa união, uma virada, uma conversão, o nascimento rumo a um novo ser.
Deve-se acentuar, portanto, que espiritualidade é não uma intelectualidade elevada, não um idealismo, não um movimento ético de mente ou pureza e austeridade morais, não uma religiosidade ou um fervor emocional ardente e exaltado, nem mesmo um composto de todas estas excelentes coisas; uma crença, credo ou fé mentais, uma aspiração emocional, uma regulação da conduta conforme uma fórmula ética ou religiosa não são experiência nem conquista espiritual. Estas coisas são de valor considerável para a mente e para a vida; elas têm valor para a própria evolução espiritual como movimentos preparatórios, disciplinando, purificando ou dando uma forma adequada à natureza; mas ainda pertencem à evolução mental – o começo de uma realização, uma experiência, uma mudança espiritual ainda não está aí. A espiritualidade é em sua essência um despertar para a realidade interior de nosso ser, para um espírito, um si, uma alma que é diferente de nossa mente, vida e corpo, uma aspiração interior a conhecer, sentir, ser isto, a entrar em contato com a Realidade maior que está além, que penetra o universo e habita também nosso próprio ser, a estar em comunhão com Ela, em união com Ela, e é um voltar-se, uma conversão, uma transformação de nosso ser inteiro, como resultado da aspiração, do contato, da união, um crescimento ou um despertar para um novo vir-a-ser, ou um novo ser, um novo si, uma nova natureza.
Esta transmutação da consciência será sempre possível para o ser humano quando a chama da alma, o abrasamento psíquico, se torna potente no coração e mente e a natureza está pronta.
Uma mudança de consciência é o fato principal da próxima transformação evolucionária, e a consciência, por sua própria mutação, vai impor e efetuar qualquer mutação do corpo que for necessária.
Extraído  de "A Evolução Futura do Homem", Sri Aurobindo
Fonte: http://www.casasriaurobindo.com.b

Share/Bookmark

Nenhum comentário: