27 de agosto de 2010

A ESPIRITUALIDADE E O ALIMENTO



O ato de comer pode deixar de ser simplesmente a satisfação de uma necessidade orgânica para se transformar numa atitude de comunhão com Deus e com a natureza, sua obra. Os povos incluem o alimento nos seus rituais como instrumento sagrado.
Africanos, no candomblé, oferecem iguarias aos orixás. Os indianos também as oferecem aos deuses. Chineses e japoneses reverenciam seus antepassados com pratos típicos. Católicos utilizam o pão e o vinho simbolizando comunhão com Cristo. Sinta-se também em oração procurando atingir um nível mágico de consciência.
Sua atitude mental pode contribuir com a paz do ambiente, com a saúde de todos. Entre em harmonia com o universo, percorra visível ou mentalmente uma bela paisagem, sinta luz do sol preenchendo todos os espaços. Agradeça ao Criador que lhe concedeu o pão e a água que se integrarão ao seu corpo levando saúde, bem estar e vitalidade.
Ao se alimentar, relaxe o seu corpo e assuma uma posição de conforto, esqueça tudo o que não se relacione com o momento e com o clima. Livre e feliz deixe suas papilas gustativas entrarem em atividade, deguste os alimentos e sinta o poder energético e vibracional entrar e interação com seu corpo, com todos os órgão e sistemas. Permita que a glicose, que veicula até você componentes da água, do ar e do sol, possa lhe oferecer seus benefícios de grande poder energético, principal combustível para as mais diversas interações químicas orgânicas.
As gorduras, isolante térmico subcutâneo, constituem uma forma armazenada de energia de alto valor. Os minerais e as vitaminas, substâncias essenciais como componentes estruturais e em muitos processos vitais. E, finalmente, a água, elemento da vida. Regulador térmico que constitui cerca de 70% do seu organismo.
Imagine-se interagindo lenta e serenamente com os nutrientes, veja-os envolvendo e integrando cada célula de seu corpo, proporcionando-lhe incontáveis benefícios. Faça da sua refeição um ato de comunicação com o alimento, um ritual de renovação da sua saúde, um movimento de vinculação com a natureza, uma prece de gratidão a Deus.
Fonte: www.nenossolar.com.br

Share/Bookmark

Um comentário:

Carmen Mesquita disse...

Tantos são os hábitos que devemos adquirir...
Adorei o post e seu blog. Parabéns!!! Já estou te seguindo.