5 de setembro de 2010

QUE NOS ESTIMEM COMO SOMOS



É maravilhoso quando as pessoas à nossa volta gostam de nós e nos tratam com apreço e simpatia.
Porém, nem sempre isso ocorre.
E não acontecendo, ficamos chateados, a pensar no que podemos fazer para nos tornarmos queridos...
Em conseqüência disso, algumas pessoas modificam atitudes, simulam hábitos, palavras e gestos; freqüentam lugares e chegam a imitar a outrem só para agradar...
Incorrem no erro de forçar para agradar as pessoas e atraí-las a nos estimar.
No entanto, na arte de viver, é preciso aprender que a espontaneidade é uma das maiores provas de afeição verdadeira e recíproca.
Quem se aproxima de nós e se "sintoniza" conosco, deverá fazê-lo espontaneamente
e não por uma falsa imagem que criamos.
Não nos preocupemos em agradar a todos pois, nem Jesus Cristo conseguiu.
Forçando atitudes, acabaremos nos sentindo infelizes.
Precisamos nos transformar, só que com esforço sincero de melhoria íntima e não teatralmente.
Que nos estimem como somos.
Se estimarmos aos outros, gostarem de nós será conseqüência.
"A suprema felicidade da vida é a convicção de ser amado por aquilo que nós somos,
ou melhor, apesar daquilo que nós somos"
Que nos estimem como somos.
Victor Hugo

Share/Bookmark

Nenhum comentário: