3 de outubro de 2010

SOMOS A NATUREZA



Tal qual a abelha a procurar
O mel na flor que abre
Encontramos o néctar da sabedoria
Nas pétalas da caridade.

Como a minhoca que ara a terra
É aquele que se não recusa doar.
Como a formiga que trabalha sem descanso
O coração do poeta que nos faz sonhar.

A flor que nasce do lodo
É o espírito que surge do corpo.
A manhã que faz os pássaros cantarem
É a esperança das coisas mudarem.

A chuva que cai do céu
Faz a terra renascer.
O amor que vem da amizade
Faz o amigo viver.

O furacão impetuoso
Tira tudo do lugar.
A verdade que vem do silêncio
Faz a mentira se calar.

A constelação de galáxias
No seu eterno bailar
É a consciência que gira e gira,
Até se encontrar.

Quando nosso espírito se perde
Nas trevas da ilusão
Os campos em flor
Tornam-se pura desolação.

A Natureza Mãe, Pai e Filhos
É três vezes sagrada:
Cria, preserva e transforma,
Sejamos a sua morada!

Somos a Natureza?
Quando em nossos olhos termos
O Sol a Lua e as Estrelas,
Os Rios, as fontes e o mar,
Todos harmonizando-se
Com nosso coração a voar!

William D. Sversutti
Fonte: http://william-infinito.blogspot.com

Share/Bookmark

Um comentário:

Jorge disse...

Somos parte da Natureza pois tudo foi criado pelo Pai.
Por isso que, quando lesamos uma parte da Natureza, lesamos a nós mesmos e vice-versa.

Um beijo de luz, Anjo!!!
Uma excelente semana!!