2 de dezembro de 2010

PALAVRAS DE YOGANANDA SOBRE O NATAL



Cristo nasce no berço da ternura. O amor é um poder maior do que o ódio. Tudo o que você disser, diga com amor. Não prejudique ninguém. Não julgue os outros. Não odeie ninguém, ame a todos; veja o Cristo em tudo. Pense em tudo em termos de universalidade. Eu me prepararei para a vinda do Onipresente Bebê Cristo, limpando o berço da minha consciência, agora “enferrujado” com o egoísmo, a indiferença e o apego aos sentidos; e polindo-o com a profunda e divina meditação diária, com a introspecção e o discernimento. Reformarei o berço com as brilhantes qualidades da alma: amor fraterno, humildade, fé, desejo pela realização divina, força de vontade, autocontrole, renúncia e altruísmo, para que eu possa celebrar adequadamente o nascimento da Criança Divina. Jesus virá novamente? Metafisicamente ele já está onipresente. Ele sorri para você em cada flor. Ele sente seu corpo cósmico em cada partícula do espaço. Em cada movimento do sopro do vento está o alento de Jesus.
Através de sua unidade com a divina Consciência Crística, ele está encarnado em tudo o que vive. Se você tem olhos para ver, poderá vê-lo no trono de toda a criação.
Erga os olhos e concentre-se internamente. Veja a estrela astral da sabedoria divina e permita que os seus sábios pensamentos sigam aquela estrela telescópica, percebendo Cristo em todos os lugares. Naquele plano de eterno Natal, de festiva e onipresente Consciência Crística, você encontrará Jesus, Krishna, os santos de todas as religiões, os grandes gurus-preceptores esperando para oferecer-lhe uma divina recepção floral de eterna felicidade. Para trazer a consciência divina até a nossa consciência humana, temos que superar o limitado conceito convencional de Cristo. Para mim, o Natal é um pensamento de grandeza espiritual – uma realização de que nossas mentes são um altar de Cristo, a Inteligência Universal em toda a criação. Jesus nasceu numa pequena manjedoura, mas o Espírito do Cristo é onipresente. Celebra o nascimento de Cristo no berço da tua consciência. Sente o Cristo no teu coração, na natureza, no espaço e no amor universal. Rompa as barreiras de casta, de cor, de raça, de religião, para que o teu coração se dilate tanto que possa conter o amor crístico por toda a criação. Celebrando o nascimento da onisciente, onipresente Consciência Crística na alegre festividade do Natal do teu despertar interior, encontrarás a felicidade com que sempre sonhaste. Deixa que a Consciência Crística retorne à Terra uma segunda vez e nasça em ti, assim como se manifesta em Jesus.
Fonte: http://caminhodomeio.wordpress.com/category/yogananda/page/4/  

Share/Bookmark

Um comentário:

Jorge disse...

Achei maravilho este texto. Uma forma diferente de ver Jesus, ou melhor, de uma outra faceta da Sua grandeza.
Obrigado por compartilhar este texto.

Um doce beijo, Anjo!!