3 de junho de 2011

ANIMAIS PODEM TER EXPERIÊNCIAS ESPIRITUAIS



Teorias científicas afirmam a existência de comunicações feitas através de freqüências de emoções, vibrações sensoriais, formas de pensamento, e conexão compartilhada entre os animais e seres humanos.  Tudo está conectado e pode interagir de uma forma ou de outra.  Os animais que tem conexões psíquicas mais fortes com os seres humanos são os golfinhos, cães e gatos. Todos nós lemos histórias notáveis de telepatia animal, seu senso de direção e premonição, tais como: Os elefantes que alertaram as pessoas no dia 26 de dezembro de 2004, antes do tsunami no Oceano Índico; Um gato de estimação salta para o parapeito da janela todos os dias, minutos antes do seu dono chegar em casa; Um cachorro late pouco antes de certa pessoa receber uma chamada ao telefone, como se soubesse que a chamada iria ser feita; Um papagaio de estimação, que aprendeu a falar, diz coisas aparentemente em resposta ao que o seu dono está pensando; Um animal de estimação, de alguma forma perdido em uma viagem em família, milagrosamente encontra o seu caminho de casa a centenas de quilômetros
Um neurologista e outros cientistas argumentaram que os animais são capazes de ter experiências espirituais.  Os pesquisadores sustentam que as experiências espirituais originam dentro das partes primitivas do cérebro humano, as mesmas estruturas partilhadas por animais, o desafio está em provar as experiências dos animais. Kevin Nelson, professor de neurologia da Universidade de Kentucky, informou sobre a descoberta de outros mamíferos que provavelmente têm experiências de quase morte, semelhantes àquelas apresentadas por certos humanos. O fenômeno do túnel “é causado pela susceptibilidade do baixo fluxo sangüíneo no olho, que ocorre com o desmaio ou uma parada cardíaca”.  “Não há nenhuma razão para acreditar que outros animais são diferentes de nós.” Nelson acrescentou: “O que eles fazem no túnel é outro assunto”. Ele também acredita que as experiências de quase-morte podem ser explicadas pela forma como o sistema visual define REM (movimento rápido do olho).  “Na verdade”, disse ele, “a ligação entre a REM e as crises fisiológicas causadas pela experiência de quase-morte são mais fortemente ligadas em animais, como gatos e ratos, estudados em laboratórios”. As experiências místicas que inspiram um sentimento de mistério e maravilha surgem dentro do sistema límbico, disse ele.  Quando partes específicas deste sistema são retiradas do cérebro de animais, as drogas alucinógenas como o LSD não fazem nenhum efeito. Uma vez que outros animais, como os primatas não-humanos, cavalos, gatos e cães, também possuem estruturas similares no cérebro, é possível que eles também vivenciem momentos místicos, e pode até ter um sentido de unidade espiritual, de acordo com Nelson. Marc Bekoff, um professor emérito de ecologia e biologia evolutiva da Universidade do Colorado, em Boulder, também acredita que os animais têm experiências espirituais, que ele define como experiências que são imateriais, incorpóreas, introspectivas, comparável ao que os seres humanos têm.  Tanto ele como a primatologista Jane Goodall observou que os chimpanzés dançam nas cachoeiras que surgem após as chuvas intensas.  Alguns dos chimpanzés parecem mesmo dançar em um estado de transe, como alguns seres humanos fazem durante os rituais religiosos e culturais.
Bekoff escreveu em um relatório na Psychology Today.  “Por enquanto, vamos manter a porta aberta para a idéia de que os animais podem ser seres espirituais e vamos considerar a evidência para tal afirmação”, acrescentou.
Fonte: http://www.misteriosdocotidiano.com.br/2010/11/19/animais-podem-ter-experiencias-espirituais/

Share/Bookmark

2 comentários:

Maria Luiza Silveira Teles disse...

Gostei demais! Muito interessante!
Bjs,
Maria Luiza

arKana disse...

muito interessante, deixa-me a pensar, deixa-me a pensar :D
bjs