13 de setembro de 2011

TUDO QUE NÃO ME MATA ME FORTALECE


 Jia Lu

Nunca é alto o preço a pagar pelo privilégio de pertencer a si mesmo...   
Ninguém pode construir em teu lugar as pontes que precisarás para atravessar o rio da vida, ninguém exceto tu, só tu...   
É preciso ter um caos dentro de si para dar à luz uma estrela cintilante... 
O inimigo mais perigoso que você poderá encontrar será sempre você mesmo... 
As convicções são cárceres... 
Sem música, a vida seria um erro... 
Odeio quem me rouba a solidão, sem que em troca me ofereça verdadeira companhia...   
Não te enchas de ar: a menor picadela te esvaziaria...   
É necessária a ferrugem: não basta ser afiado! Senão dizem sempre de ti: ‘É muito novo!... 
Odeio seguir alguém, como também conduzir. Obedecer? Não! E governar, nunca! 
Quem não se mete medo não consegue metê-lo a ninguém. 
Somente aquele que o inspira é capaz de comandar. Já detesto comandar a mim mesmo! 
Gosto, como os animais, das florestas e dos mares, de me perder durante um tempo, permanecer a sonhar num recanto encantador, e forçar-me a regressar de longe ao meu lar, atrair-me a mim próprio… de volta para mim...   
Tudo que não me mata me fortalece...
Nietzsche

Share/Bookmark

Um comentário:

Sheila - Blog "Passarinhos no Telhado" disse...

Passando para apreciar e te deixar um grande beijo! :-)