11 de fevereiro de 2012

AS ALMAS VOLUNTÁRIAS NO PLANETA TERRA E SEUS CONHECIMENTOS PERDIDOS

                                                                         Jim Harter

Cada alma que está atualmente encarnada na forma humana no planeta Terra é um membro de um grupo de alma. Esses grupos de alma estão juntos há muito tempo, experimentando muitas, muitas reencarnações.
Dentre as almas de um grupo os papéis podem se alterar em cada encarnação, então uma vez pode ser pai-filho, ou mãe-filha. Na vez seguinte pode ser filho-mãe, pai-filha, irmão-irmã, primo, amigo, ou parente distante.
Durante as encarnações passadas quase todos os papéis foram assumidos ou ainda serão, incluindo escuro e luz, mestre e escravo, gay e lésbica, perpetrador e vítima, irritadiço e dócil entre algumas outras variações de dualidades.
Então atualmente uma parte das almas deste planeta experimentou múltiplas vidas e está aqui para sua vida final nesta terceira dimensão. Elas estão se preparando para prosseguir, tanto como indivíduos ou como membros do seu grupo de alma.
As almas presentes na Terra nesta época também estão aqui para fazer parte da transformação da Terra. Todas querem estar presentes quando a Terra e seus habitantes ascenderem para uma freqüência mais iluminada. A Terra está saindo da influência da energia escura e entrando na total claridade levando com ela todos os seus habitantes humanos que quiserem ir.
É uma época excitante para todos do Universo, pois todos estão observando a Terra, se não estiverem fisicamente presentes.
Vocês, como uma alma individual, devem tomar uma decisão nesta hora. Vocês devem decidir se vocês já experimentaram a terceira dimensão o suficiente, se já viveram na dualidade o suficiente, se já viveram o suficiente cercados pelo medo e se já experimentaram o suficiente as trevas.
Vocês viveram na Terra, experimentaram tudo que ela tinha para ensinar, agora se ergam perante o chamado de ascensão para um modo superior de viver.
Vocês devem decidir se já adquiriram experiência suficiente para estarem prontos para avançar, se vocês verdadeiramente desejam viver de um novo modo na quarta dimensão. Muitas das almas foram voluntárias para vir para a Terra nesta época, porém se tornaram atoladas no encantamento da terceira dimensão.
Muitas escolheram estar na Terra neste momento para experimentar a grande transformação, para experimentar viver numa terceira dimensão muito densa. Uma alma nascida num campo de refugiados queria a experiência de viver nesta densidade, talvez como uma encarnação inicial. Após a ascensão da Terra, haverá pouquíssimas oportunidades de experimentar esta escuridão.
Algumas almas presentes na Terra estiveram antes encarnadas na época de Atlântida. Elas foram voluntárias para voltar nesta época a fim de ajudar na superação do erro que levou ao fim de Atlântida: a escolha da tecnologia e da ação comandada pelo racional ao invés da escolha da alma. Elas estão aqui trabalhando para avisar as pessoas da Terra quanto à sua situação similar. São os trabalhadores da luz.
Através da entrada na Terra de almas mais “evoluídas” algumas guardadas em longo sono que foram despertadas nos últimos 50 anos e em numero muito grande à partir de 1990 e 2000 e que formam a corrente evolutiva dos índigos e cristais, seres com capacidades e qualidades superiores de ética e moral além da capacidade média dos seres atuais na Terra.

Trabalhadores da Luz (Sementes estelares)

Os Trabalhadores da Luz são almas que possuem o forte desejo interior de difundir Luz (conhecimento, liberdade e amor) sobre a Terra. Sente isso como sua missão. Frequentemente vêem-se atraídos para a espiritualidade e para algum tipo de trabalho terapêutico.
Por causa de seu profundo sentimento de missão, os Trabalhadores da Luz sentem-se diferentes de outras pessoas. Ao experimentar diferentes espécies de obstáculos em seus caminhos, a vida os estimula a encontrar seu próprio, único caminho. Os Trabalhadores da Luz quase sempre são indivíduos solitários que não se adaptam a estruturas sociais estabelecidas. trazem consigo a habilidade de alcançar o despertar espiritual mais rapidamente que outras pessoas. Eles levam sementes internas para um rápido despertar espiritual e, por causa disso, parecem estar em uma via mais rápida que a maioria das pessoas, se assim o quiserem. Isso, mais uma vez, não é porque os trabalhadores da luz sejam de algum modo almas ‘melhores’ ou ‘superiores’. Porém, são mais velhos que a maioria das almas encarnadas na Terra atualmente. Esta idade mais velha deve ser preferentemente entendida em termos de ‘experiência’, mais que ‘tempo’.
Os trabalhadores da luz alcançaram um estágio particular de iluminação, antes de encarnarem na Terra e começarem sua missão. Conscientemente escolheram estar envolvidos na ‘roda kármica da vida’ e experimentar todas as formas de confusão e ilusão que existem nela.
Eles sentem a solidão e o sentimento de separação que a condição humana oferece, e têm a sensação de não serem deste planeta. Acham os comportamentos e as motivações da sociedade ilógicos e intricados, freqüentemente relutam em se envolver em instituições sociais (políticas, econômicas, de saúde etc.). Mesmo com pouca idade já conseguem discernir as atividades e objetivos ocultos de tais convenções com uma clareza incomum.
Paulo Coutinho
Fonte:  https://revolucaodosindigos.wordpress.com/ 
Share/Bookmark

3 comentários:

Talita disse...

Olá

Gostei muito desta postagem, muito esclarecedora e rica em informações.

Me identifiquei imensamente com a postagem, muitas vezes me sinto só em minhas idéias e opiniões, e procuro uma resposta, mas como o texto diz esse é um caminho que se percorre sozinho. Acredito que a confusão e as dificuldades nos ajudam a crescer, se somos capazes de supera-las. Aí reside a grande evolução da condição humana, a superação diária.

Paz

LUCONI disse...

Patricia eu adorei esta tua postagem, esclarece muito, eu sou meia ignorante no que diz respeito a seres estelares, sabe tento ler entender mas parece sempre que peguei o bonde andando, gostaria tanto de saber desde o inicio, de onde vem estes seres tão especiais, sou muito curiosa, lá no centro anos atrás um dos guias me disse que vivo mais lá do que cá, mas o que vou fazer se lá eu me sinto tão bem, e aqui nada tem graça, beijos Luconi

Canil Alstrin disse...

Lindo, esclarecedor e simples obrigada por dividir e postar tais conhecimento as vezes a senda e grande e é importante acharmos irmãos de alma para nos realinhar e abrandar a saudade de casa.

fiquem em PAZ